S'il vous plaît sélectionner un continent près de chez vous:

 

Teste de tensão de terminais de bateria

Especificação

BMZ é um dos maiores fornecedores europeus envolvidos no design e na produção de sistemas de baterias especiais feitas à medida para equipamentos móveis. No âmbito de seu processo de produção, BMZ na Polónia, em Gliwice, precisava testar a integridade da solda em conexões elétricas fixadas a cada uma das extremidades de uma de suas baterias recarregáveis. Cada conexão é soldada em dois pontos e BMZ precisava saber que ambas as soldaduras haviam sido feitas corretamente. Os testes teriam de ser realizados próximo do local de produção.


Solução

ITA, o distribuidor Mecmesin na Polónia, forneceu uma coluna de teste MultiTest 2.5-i controlada por computador, equipada com uma célula de carga de 1000N, uma garra com mordentes em cunha standard de 5kN, e uma uma garra com isolamento feita à medida para imobilizar as baterias recarregáveis da BMZ. A coluna MultiTest 2.5-i é fornecida com o poderoso software Emperor™ da Mecmesin para testes de força, que é usado para criar o programa de teste e para reunir e apresentar os resultados. Um aspeto importante para BMZ era o requisito de visualização de um gráfico dos resultados, a fim de verificar o comportamento das soldas. O Emperor™ pode apresentar um gráfico do teste em tempo real, à medida que este se desenvolve e, se necessário, os relatórios podem ser escritos com indicações de "Aprovado" ou "Rejeitado" com codificação de cor, tornando a interpretação dos resultados extremamente simples.

A BMZ tinha de saber que as conexões das células haviam sido corretamente soldadas em dois pontos, por isso, após fixar a bateria na garra com isolamento feita à medida, a conexão da bateria é presa nas garras com mordentes em cunha de 5kN. Foi criado um programa Emperor™ para incluir mensagens no ecrã, dando indicações ao operador para carregar a amostra corretamente, executar o teste e preparar para a amostra seguinte.

O software Emperor™ controla a coluna, movendo a travessa lentamente ao início, para encontrar um ponto de "contacto" que sirva de referência, para que cada uma das amostras seja medida a partir da mesma posição inicial. Após colocar o gráfico a zeros, a travessa é movida para cima a uma velocidade de 1000mm por minuto, sujeitando a conexão da célula a uma força de tração, quebrando a primeira soldadura e depois a segunda. O software Emperor™ calcula a força máxima detetada para ambas as soldaduras e pode guardar os resultados e gerar relatórios que podem ser imprimidos.


Sistema

  • MultiTest 2.5-i fornecido com software Emperor™
  • Célula de carga ILC-S 1000N
  • Garra com mordentes em cunha 5kN
  • Garra com isolamento feita à medida

Testemunhos

“O MultiTest 2.5-xt é muito fiável e não tivemos qualquer problema desde que o adquirimos. Por não falhar, ser exato e de utilização intuitiva (software muito fácil de usar) é superior ao antigo sistema de controlo, de outro fornecedor. Vale a pena também referir o apoio pós-venda oferecido pela ITA, o distribuidor polaco da Mecmesin, que é rápido e eficiente.”

Miroslaw Bratus, Production Purchase Coordinator