S'il vous plaît sélectionner un continent près de chez vous:

 

Teste de resistência à tração de cintas para mobiliário

 

Especificação

Webbing test jigApoiado pela Royal Household of Windsor Castle, um estudante da Buckinghamshire New University estava a estudar as características de desgaste e resistência de cintas tradicionais inglesas à base de juta, usadas na construção e no restauro de cadeiras e sofás e uma encomenda de uma cinta de linho. A Royal Household pretendia uma avaliação para confirmar que a cinta de linho era, de facto, a melhor escolha em termos de material, pois considerava-se que a cinta de juta tinha uma duração reduzida, quando sujeita a desgaste contínuo no âmbito de um espaço de trabalho.

Era também necessário efetuar comparações entre amostras feitas do mesmo material, para assegurar uma análise comparativa e validade estatística


Solução

Ripped webbingO cliente criou o seu próprio modelo de teste, replicando a estrutura de um assento, permitindo que o primeiro teste imitasse a ação de alguém sentando-se. O modelo foi concebido de forma a imprimir à amostra um índice controlado de desgaste, antes do teste de tração. Mecmesin forneceu uma estrutura de teste MultiTest 2.5-i controlada por computador, juntamente com uma célula de carga inteligente (ILC) e uma sonda de esfera.

Amostras da cinta foram cortadas à medida e esticadas no modelo de teste. Uma vez fixadas, o sistema foi programado para mover para baixo, até uma distância especificada, a sonda de esfera fixada à célula de carga, aplicando uma pressão de compressão sobre as cintas e sujeitando o material a fricção, nos pontos em que a cinta se move sobre a superfície do modelo de teste.

A sonda de esfera é levantada e baixada num ciclo repetitivo várias centenas de vezes em cada amostra de material. Este teste é efetuado em vários pedaços de cinta de juta, para fins de comparação, e, subsequentemente, nos seus equivalentes à base de linho, para salientar as diferenças entre as duas opções de cintas. Uma vez concluída esta avaliação, foi efetuado mais um teste, para determinar a resistência à tração dos materiais das cintas. Foram também incluídas amostras de cintas sujeitas ao primeiro teste de compressão, para identificar de que forma isso havia afetado sua resistência, se é que havia afetado. Para identificar a resistência máxima à tração, amostras novas e previamente testadas foram colocadas entre mordentes em cunha de abertura rápida e gradualmente esticadas até o material ceder.

Verificou-se que as cintas à base de linho eram significativamente mais resistentes que as de juta e apresentavam uma diferença irrelevante entre as amostras novas e aquelas que haviam sido previamente testadas


Sistema

Teste de compressão

  • MultiTest 2.5-i - com capacidade para 2500N
  • ILC-S 1000N
  • Sonda de esfera

Teste de tração

  • MultiTest 25-i - com capacidade para 25kN
  • ILC-S 25kN
  • Mordentes em cunha